Plantão
Minas Gerais

Febre amarela: MG decreta situação de emergência nas áreas de BH

Publicado dia 20/01/2018 às 11h12min | Atualizado dia 20/01/2018 às 11h17min
Medida que afeta 94 municípios foi publicada no Diário Oficial do estado neste sábado (20).

O governador Fernando Pimentel (PT) decretou situação de emergência em saúde pública por causa do surto de febre amarela em 94 dos 853 municípios mineiros. Eles ficam nas áreas de Belo Horizonte, Itabira, na Região Central de Minas Gerais, e Ponte Nova, na Região da Zona da Mata.

(Veja a lista completa das cidades no fim desta reportagem)

A medida foi publicada no Diário Oficial do estado neste sábado (20) e vai vigorar por 180 dias. O número de mortes por febre amarela em Minas Gerais desde dezembro de 2017 pode chegar a 19. O G1 registrou mais 4 mortes pela doença em três cidades após o último balanço da Secretaria de Estado de Saúde, que contava 15 óbitos na última quarta-feira (17).

O decreto autoriza a dispensa de licitação para “aquisição pública de insumos e materiais e a contratação de serviços estritamente necessários ao atendimento da situação emergencial”.

A medida também cria a “Sala de Situação”, cujo objetivo é monitorar e coordenar as ações administrativas autorizadas neste decreto. Representantes das secretarias de estado de Saúde, Governo, Meio Ambiente e Agricultura, além do gabinete militar farão parte do grupo.

 

Vacinação

 

Neste sábado (20), todos os postos da capital mineira vão ficar abertos entre as 8h e as 17h. Atualmente a cobertura vacinal contra a febre amarela em Belo Horizonte é de 86%. Veja as listas dos postos e endereços.

Segundo a Prefeitura, a meta é alcançar a cobertura de 95% da população. Em 2018, 39 mil pessoas já foram vacinadas na capital mineira.

 

O que é febre amarela?

 

 
 
 
 
 

Febre amarela: tudo o que você precisa saber

 

A febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um vírus transmitido por mosquitos infestados. Em área rural ou de floresta, os macacos são os principais hospedeiros e a transmissão ocorre pela picada dos mosquitos transmissores infectados Haemagogus e Sabethes. Nas cidades, a doença pode ser transmitida principalmente por mosquitos da espécie Aedes aegypti. Não há transmissão direta de pessoa a pessoa.

Os sintomas iniciais da febre amarela incluem o início súbito de febre, calafrios, dor de cabeça intensa, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza.

 

Lista das cidades afetadas pelo decreto:

 

Área de abrangência de Itabira

 

  1. Barão de Cocais
  2. Bela Vista de Minas
  3. Bom Jesus do Amparo
  4. Carmésia
  5. Catas Altas
  6. Conceição do Mato Dentro
  7. Dom Joaquim
  8. Dores de Guanhães
  9. Ferros
  10. Guanhães
  11. Itabira
  12. Itambé do Mato Dentro
  13. João Monlevade
  14. Morro do Pilar
  15. Nova Era
  16. Passabém
  17. Rio Piracicaba
  18. Santa Bárbara
  19. Santa Maria de Itabira
  20. Santo Antônio do Rio Abaixo
  21. São Domingos do Prata
  22. São Gonçalo do Rio Abaixo
  23. São Sebastião do Rio Preto
  24. Senhora do Porto
  25. Virginópolis

 

 
Fonte: G1 Minas

ÚLTIMAS Notícias

Vasco tem novo presidente após noite de confusão

20 de janeiro de 2018 às 11:32:10

PM procura motocicleta roubada no Córrego Boa Vista

20 de janeiro de 2018 às 11:28:53

Fale Conosco

Praça Catulino José Dutra Martins Soares
| | (33) 99921-1460
contato@portalmartinssoares.com